Tratamento para com os Pais - Conforme os Ensinamentos do Islã

Recentemente foi celebrado o dia dos pais no Brasil em comemoração às pessoas por meio das quais Deus nos deu a vida e que cuidam de nós com profundo amor desde o nosso primeiro piscar de olhos. É essencial, contudo, que os pais sejam lembrados a cada momento e que sejam homenageados com nosso amor, nosso respeito, nossa humildade e nossa gratidão em todos os dias do ano. No Sagrado Corão, Deus enfatiza os direitos dos pais sobre todos os outros depois Dele e ordena os muçulmanos a tratarem os pais da melhor forma possível em todos os sentidos e os proíbe de tratá-los de outra forma que não seja a melhor (Sagrado Corão 6:152). Em outras palavras, a conversa com eles deve ser a melhor possível, o pensamento acerca deles deve ser o melhor possível, o respeito e a consideração para com eles devem ser os melhores possíveis, os presentes para eles devem ser os melhores e assim sucessivamente. Toda ação de um muçulmano para com os pais deve ser suprema. De acordo com o Sagrado Corão, a simples falta de excelência no tratamento para com os pais já consiste em pecado. Isso é extraordinário! Não há outra ação em que haja exigência de tamanho desempenho. Portanto, devemos redobrar nossa atenção em todas as questões que envolvam o relacionamento para com os pais para que não caiamos no pecado.

É interessante observar que esse caminho é uma via de duas mãos. O quanto mais uma pessoa se aproxima de Deus, mais ela é capacitada por Ele a servir e honrar os pais da melhor forma e, assim, cumprir com os Seus ensinamentos e ganhar ainda mais amor de Deus. Por outro lado, se uma pessoa falha em tratar os pais da melhor forma possível, ela deve reavaliar o seu relacionamento com Deus e deve progredir nesse relacionamento primordial e fundamental e, então, verá como todos os seus outros relacionamentos serão melhorados e abençoados.


É importante frisar que o relacionamento para com os pais deve ser o melhor possível em todas as fases da vida, incluindo, especialmente, a fase em que os pais atingem idade avançada. Um extrato do Sagrado Corão é brilhante em detalhar esse tema com beleza descomunal. Deus diz, nos versículos 24 e 25 da Surah Bani Israeel (capítulo 17):

"O teu Senhor te há ordenado a não adorar ninguém exceto Ele e a tratar os pais da melhor forma possível. Se um deles atingir idade avançada em sua presença, ou ambos deles, não lhes dirija a menor expressão de desgosto e não lhes repilas, mas dirija-lhes a palavra de forma honrosa e respeitosa e abaixa as tuas asas de humildade e submissão perante eles com clemência e misericórdia e reze dizendo 'Ó meu Senhor, tenha clemência e misericórdia para com eles, assim como eles me criaram em minha infância'."

Fica claro, nesses versículos, que Deus reconhece que o desafio de tratar os pais da melhor forma possível aumenta à medida que os pais vão atingindo idades mais avançadas. Contudo, é exatamente nesse contexto que Ele enfatiza maior clemência, misericórdia, total respeito, amor e benevolência para com eles. Deus sabe que, à medida que os filhos crescem, eles se fortalecem e a sua dependência dos pais diminui e as suas asas se abrem ficando prontas para sobrevoar o mundo todo. É nesse contexto, mais uma vez, que Deus ordena Seus servos a se apresentarem perante os pais com um amor clemente e misericordioso, baixando as suas "asas" humildemente perante eles e rezando para eles.

A seguir, são apresentados alguns exemplos do Santo Profeta Muhammad (sa) que ilustram a importância do bom tratamento para com os pais.

Abu Huraira (ra), um discípulo do Santo Profeta (sa), relatou que, em determinada ocasião, uma pessoa veio até o profeta (sa) e perguntou: "quem é a pessoa mais digna do meu bom tratamento". O profeta (sa) respondeu: "a sua mãe". A pessoa perguntou: "e depois dela?". Ele respondeu "a sua mãe". Ela voltou a perguntar "e depois dela?". E ele (sa) respondeu: "a sua mãe". Quando a pessoa perguntou pela quarta vez, o profeta (sa) respondeu "o seu pai e, em seguida, os seus outros parentes". (Livro de Bukhari).

Abu Huraira (ra) relatou que uma vez o Santo Profeta (sa) exclamou "infeliz é a pessoa" e repetiu essas palavras três vezes. As pessoas perguntaram: "ó profeta de Deus, que pessoa é infeliz?". Ele (sa) respondeu: "a pessoa que teve os pais em idade avançada e não conseguiu entrar no paraíso através do seu serviço a eles". (Livro de Muslim)

Em outra ocasião, é relatado que o Santo Profeta (sa) disse a uma pessoa: "o paraíso reside sob os pés das mães". (Livro de Nisai)

Certa vez, uma pessoa apresentou-se ao Fundador da Comunidade Ahmadia Muçulmana (as), que aceitamos como o Messias e Reformador Prometido para os últimos tempos, e disse que seus pais estavam muito zangados com ele por ele ter adentrado a sua Comunidade de fiéis. O Messias Prometido (as) lhe disse:

"Você fique sempre pronto e preparado para cuidar deles e nunca deixe uma oportunidade de servi-los escapar da sua mão. Você receberá a recompensa de Deus pela sua boa intenção... mantenha Deus em primeiro lugar e permaneça tentando cumprir com os direitos dos seus pais continuamente e ore por eles e mantenha a sua intenção pura e correta." (Livro de Malfuzaat, Vol. 10, pág. 131)

Que Deus nos Capacite a sempre servir e tratar os nossos pais da melhor forma possível e, assim, Permita-nos obter o Seu mais profundo amor. Amém.

----------------------------

abreviações usadas:

(sa): que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele
(as): que a paz esteja com ele
(ra): que Allah tenha misericórdia para com ele

----------------------------

Autor: Nadeem Ahmad Tahir

Associação Ahmadia do Islã no Brasil

Estrada da Saudade, 215, Petrópolis-RJ, CEP: 25610-105

+55 (24) 2242-1385 / info@ahmadia.org.br

© 2018 Associação Ahmadia do Islã no Brasil. Todos os direitos reservados.