Eid-ul-Adha 2020

                A festa de Eid-ul-Adha, ou a festa do sacrifício, é uma das principais festas dentro do Islã. Ela lembra o sacrifício do profeta Abraão (Hazrat Ibrahim, a paz esteja com ele), sua esposa Hagar (Hazrat Hajra, a paz esteja com ela) e seu filho Ismael (Hazrat Ismail, a paz esteja com ele), quando em obediência de um sonho o profeta Abraão (as) deixou sua esposa e filho num deserto e, posteriormente, se prontificou para sacrificar seu filho em cumprimento literal do sonho. Deus aceitou sua obediência e lhe explicou que já tinha cumprido com seu sonho quando deixou-os no deserto e proibiu sacrifícios humanos. 

               

            Aquele deserto atualmente é a cidade de Meca, onde nasceu e cresceu o fundador do Islã, Hazrat Muhammad (saw). Todos os anos, muçulmanos do mundo inteiro comemoram essa festa tentando prestar sacrifício de um animal, normalmente um carneiro ou um bode. Contudo, "sacrifício" não significa que a carne é desperdiçada como muitos imaginam: 1/3 da carne deve ser distribuída entre amigos; 1/3 é dado aos pobres e necessitados; e 1/3 fica com a família. 

                   No Brasil, a festa foi realizada nos dias 31 de julho e 1 e 2 de agosto. A festa começa com uma oração especial e um sermão explicativo que foi dado pelo Presidente da Comunidade Ahmadia do Brasil, Sr. Wasim Ahmad Zafar. Uma peculiaridade desse ano foi que a festa de Eid caiu numa sexta-feira. Apesar de ser permitido se fazer somente a oração de Eid numa situação dessas, em conformidade com a preferência do Santo Profeta (saw), foi optado por se fazer a oração de Eid e a oração de sexta-feira. Os membros fizeram a oração mantendo o afastamento devido pelo coronavírus. Após a oração, um lanche e um pacote de doces foi oferecido a todos os presentes. Os membros participaram e ajudaram ao longo dos 3 dias. Que Allah abençoe a todos. 

Associação Ahmadia do Islã no Brasil

Estrada da Saudade, 215, Petrópolis-RJ, CEP: 25610-105

+55 (24) 2242-1385 / info@ahmadia.org.br

© 2018 Associação Ahmadia do Islã no Brasil. Todos os direitos reservados.